sábado, 26 de fevereiro de 2011

Vampira da Noite

foto da internet, mas a flor e o sangue eu que coloquei e mudei a cor dos olhos


                                                             Ande, dê-me corda
                                                                estique-me até à lua
                                                                          toque seus lábios
                                                                                  em minha pele
                                                                                             alva e nua
                                                                                        

                                                              desfolhada em pétalas
                                                  sobre oceanosas nuvens

                                                             e sem assombro, encare
                                                 minha fome na escuridão

                                              seduza-me com sua língua
                                                         alivie a dor desta maldição
                                                enquanto se fere
                                                eu me libertarei

                                           mas um dia retornarei
                                                   e serei doce




10 comentários:

  1. Ola Rosa dos versos, dos ventos, das aragens que povoam o seu universo lírico de desamor e amor! Um primor estes seus versos, na forma e na fôrma. No significado dos vocábulos e suas emoções, quanto no desenho gráfico e disposição dos mesmos na tela e porque não dizer na transformação que ocorre no desenrolar do tema.Leio, saboreio suas palavras, mas me recuso comentar a fome desta doce vampira, é muito mais do que eu realmente possa. Um lindo final de semana, lindo como a mais bela rosa da primavera. Saudações Poéticas - Mario Neves.

    ResponderExcluir
  2. O Deus eterno é a tua habitação e, por baixo de ti, estende os braços eternos; ele expulsou o inimigo de diante de ti e disse: Destrói-o
    Deuteronômio, 33:27 Vandinha

    ResponderExcluir
  3. Ieba vim convidar vc miguxinha para o carnavalzinho
    no meu cantinho.. e vamos sambar adoidado kkkk
    Sassassaricando
    Todo mundo leva a vida no arame
    Sassassaricando
    A viúva o brotinho e a madame
    O velho na porta da Colombo
    É um assombro
    Sassaricandokkkkkkk
    Tem miminho de carnaval para vc ..beijus otimo sábado !!

    ResponderExcluir
  4. Amiga. Você é impecável. Que delícia, adorei. Obrigada querida pelo seu carinho. beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Rosa,

    belos versos, tanto como o teu blog.

    Um beijo e obrigada pelas tuas palavras.

    ResponderExcluir
  6. Ola querida amiga, (deculpe o tratamento) adorei visitar seu Blog, por sinal muito bonito e interessante, obrigado por visitar o Cacos de letras, apenas algumas de minhas poesias se encontram no Cacos todas são publicadas em meu site www.sonhodigitalbr.com acesse para ver todas.
    Estou seguindo seu Blog e coloquei seu link no Cacos.

    ResponderExcluir
  7. Ola Rosa.
    E doce é teu poema.
    Ele é uma fonte de amor que tens dentro de si, colhidas dentro do teu coração.
    Um abraço afetuoso, te sigo por aqui.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Rosa querida vim aqui em alguns textinhos postados a alguns dias e gostei dessa poesia..dessas palavras lindas..de amor..de envolvimento e sedução..gostei..
    Amiga grata pela visita no meu blog,espero que tenha gostado do cafezinho...tem sempre um quentinho esperando por voce..
    beijusssss..boa semana.
    aqui também esta nublado...mas eu adorro clima assim fico bem e feliz..
    titi

    ResponderExcluir
  9. oii Rosa..saudades...vim aqui te ver..ler suas coisinhas...seus poemas..poesias..texto maravilhosos..
    boa semana amiga
    titi

    ResponderExcluir